Profissional de marketing, bem-vindo ao mundo das análises da emoção

Profissional de marketing, bem-vindo ao mundo das análises da emoção

Questionários online e vídeos gravados são, como você já deve saber, coisa do século passado. Um novo anúncio indica que talvez seja hora de adicionar um pouco de análises da emoção ao seu dia a dia.

A agência de mídia MediaCom, juntamente com a Realeyes – uma empresa que mede a emoção através de vídeos com webcam – anunciaram recentemente que as métricas relacionadas a emoção em breve farão parte de testes e análises regulares nas empresas que trabalham com mídia.

A tecnologia oferecida pela Realeyes passará a ser integrada ao centro de conteúdo da MediaCom, para que os produtores e executivos possam frequentemente incluir análises emotivas em seus relatórios. As análises da emoção devem impactar tanto no processo de criação como na fase de testes, afetando também o planejamento, a tomada de decisão e as análises pós-lançamento de campanhas.

“Ferramentas como a da Realeyes nos permitem coletar informações comportamentais antecipadamente, assim podemos medir e otimizar o conteúdo antes mesmo do lançamento”, disse o executivo da MediaCon, Palle Diederichsen, em nota.

Como coletar dados para análises da emoção?

A ferramenta da Realeyes utiliza webcams comuns para detector as expressões faciais e depois fornecer dados para análise. Uma funcionalidade ainda mais impressionante permite que as diferenças nas expressões faciais de Japoneses e Italianos, por exemplo, sejam levadas em consideração.

A beleza da abordagem emocional é que em 99% dos casos temos praticamente as mesmas variações de emoções, mas com intensidades diferentes. A ideia é que a detecção facial possa reconhecer expressões faciais similares, apesar de a análise ser segmentada por cultura ou região.

Os questionários e as pesquisas possuem, em média, 65% de acuracidade em predições de longo termo, enquanto a Realeyes atinge até 75% de acuracidade em testes para um cliente anônimo. Em predições associadas a atividades sociais – como compartilhamentos, comentários e visualizações – a empresa alega ter 80% de precisão nos dados.

Quanto mais valiosa e mais fácil de utilizar, maior a probabilidade de a análise emocional se tornar um novo padrão. O novo desafio será determinar quais emoções afetam positivamente a tomada de decisão para ações como, por exemplo, fechar uma compra, se cadastrar em um site ou votar.

Quer saber mais sobre as análises da emoção? Inscreva-se na nossa newsletter e fique de olho nos novos posts que vem por ai! E se você gostou das nossas dicas neste post, compartilhe com os seus amigos e ajude nosso blog a crescer (:

Data, Analytics & Otimização

Graduado em Ciência da Computação, começou na área de tecnologia aos 13 anos ao criar seu primeiro site, que bateu a marca dos 50 mais visitados do Brasil. Aos 17, fundou sua primeira empresa, a Bookess, considerada depois umas das 10 melhores editoras virtuais do mundo. Hoje, com mais de 15 anos de experiência, já programa de olhos fechados, fala como um marqueteiro e é apaixonado por empreendedorismo.