O que é personalização em tempo real e quais as vantagens

O que é personalização em tempo real e quais as vantagens?

Você já deve ter percebido que as relações de consumo têm mudado muito nos últimos anos e que os processos de venda generalizados, onde se tenta atingir o maior número de pessoas com o menor esforço, são cada vez menos eficazes.

A geração millennials, assim como a geração Z, está mudando os hábitos de consumo. Para eles, a experiência oferecida pelas empresas é um dos principais fatores no processo de decisão de compra: ganha quem oferecer a melhor experiência. Mas como criá-la? Como identificar o que o seu usuário gosta ou está procurando naquele momento em particular? É aí que a personalização em tempo real (ou real-time web personalization, como é chamada lá fora) entra em campo.

O que é a personalização em tempo real?

Antes de mais nada, você precisa entender que cada cliente é diferente e tem desejos diferentes. Além disso, os gostos, as preferências e os resultados procurados por eles também são distintos. É nesse cenário que entendemos a enorme importância da personalização em tempo real. Aplicando os conceitos introduzidos por ela, é possível oferecer uma experiência bastante rica e personalizada a cada usuário que acessar o seu canal de venda, como se cada um deles tivesse um canal desenhado exclusivamente para ele.

Toda a experiência do usuário, inclusive o seu conteúdo, deve ser marcante a partir da primeira interação, pois quanto mais seus visitantes se sentirem conectados com a sua marca, mais chances sua empresa tem de torná-los clientes.

Em poucas palavras, a personalização em tempo real é a personalização de seu conteúdo de acordo com os interesses, as preferências, as pesquisas e o histórico de consumo de cada usuário, em tempo real. Isso torna cada acesso único e pessoal, do mesmo modo que estamos acostumados a presenciar quando entramos em uma loja física e conversamos com um atendente, por exemplo.

A diferença entre conteúdo dinâmico e conteúdo personalizado

O conceito de conteúdo dinâmico é baseado unicamente nas escolhas e segmentações da empresa ou de quem opera o marketing digital, como por exemplo gênero, região demográfica, localização, faixa etária, etc. Ou seja, as segmentações são criadas pelos profissionais de marketing e a cada um desses segmentos são exibidas ofertas diferentes. Esses grandes clusters são criados pela empresa que vende o produto ou serviço, de acordo com as análises e o entendimento da equipe de marketing.

Já no conteúdo personalizado essa segmentação é feita em tempo real, utilizando-se parâmetros baseados nos interesses de cada usuário, de modo individual, o que a torna praticamente uma segmentação 1:1. Para que ela exista, é necessário identificar as necessidades do indivíduo e personalizar o conteúdo com o que é de seu real interesse.

Pense, por exemplo, em um e-commerce de moda operando um target de acordo com a localização e previsão do tempo. Em geral, estamos acostumados a ver situações padrões como: no Nordeste as temperaturas estão mais altas, enquanto no Sul elas estão mais baixas, logo podemos pensar em exibir roupas de calor e frio para as duas regiões, respectivamente. Mas… e se em Natal o clima estiver seco e em Salvador chuvoso? As ofertas podem ser diferentes para cada uma das situações, correto?

Quais os benefícios da personalização em tempo real?

Com a personalização em tempo real, é possível abstrair a dificuldade de se criar diversas micro segmentações e atualizá-las em tempo real (o que é humanamente impossível de se fazer no dia a dia). Seus targets acabam sendo individuais, mesmo que suas campanhas abranjam um grande volume com grande diversidade de perfis.

No fim das contas, o principal benefício da personalização é fazer com que essa experiência personalizada e individual aumente a taxa de conversão do seu negócio e, consequentemente, a receita. A experiência de compra personalizada auxilia o usuário a encontrar o que ele precisa mais rapidamente, além de ser mais prazerosa, prática e fluída.

Como aplicar a personalização em tempo real?

São diversas as possibilidades para aplicação desse conceito, entre elas:

Foco no processo de compra

Os carrinhos de compra abandonados em seu e-commerce oferecem grandes chances de personalização. Eles indicam que o seu lead gostou de algo e está na boca do gol, mas por algum motivo não concluiu a compra. Enviar um e-mail com o produto esquecido pode ser decisivo para o cliente fechar a compra, mas as chances de ele pegar o usuário em um bom momento diminuem bastante. O ideal é aproveitar o momento em que o usuário ainda está ativo no site para tentar engajá-lo e convecê-lo de finalizar a compra. Depoimentos, descontos, alertas de estoque baixo podem ser decisivos neste momento.

Conteúdo baseado em dados da última compra

Seu usuário parece perdido, navegando por múltiplas páginas a procura de algo? Que tal recomendar produtos considerando o histórico de buscas e de compras passadas, ou até mesmo o padrão de navegação da sessão atual?

Usar a localização do cliente para regionalizar as promoções

Use a geolocalização para adequar a linguagem do seu contato à de seus clientes, isso pode trazer mais proximidade e incentivar a interação. Outra opção legal, também com uso de geolocalização, é customizar mensagens com base no clima. Você pode ofertar produtos relacionados à temperatura em que a pessoa está vivenciando, ou mesmo usar expressões adequadas à cultura da pessoa.

O cliente clicou na oferta personalizada, e agora?

Você fez o trabalho de casa direitinho e criou uma oferta personalizada, ótimo!

Mas não se esqueça de que esse é apenas o primeiro passo do cliente até que ele realmente concretize a conversão. Se ele clicar no seu conteúdo personalizado e depois se deparar com um site genérico, sem conexão com o que gerou o engajamento, seu trabalho foi jogado fora.

O site também precisa oferecer a experiência personalizada para que o cliente siga suavemente no funil de conversão. Essa é uma das etapas mais cruciais e tem como objetivo atender as necessidades de cada visitante de forma adequada. A personalização de website tem influência direta nas taxas de rejeição, pageviews, tempo de permanência no site, métricas de performance e conversões.

E como fazer a personalização do seu conteúdo?

Hoje já existem diversas ferramentas que podem ajudar você a conseguir essa personalização, mas antes de escolher a melhor para a sua empresa você precisa estabelecer critérios essenciais.

O primeiro passo é pensar em maneiras diferentes de segmentar seus clientes e ver se a ferramenta permite esse tipo de segmentação. Vá muito além dos itens localização, gênero e interesses básicos. Procure por informações referentes a histórico de interações, redes sociais, estágio no ciclo de vendas, eventos, etc. A ferramenta deve oferecer o maior número possível de dados para a sua estratégia de personalização.

Depois identifique se a ferramenta é fácil de ser manuseada e se é possível visualizar as ações de visitantes em tempo real. Quanto mais dados fornecidos pelos seus leads você conseguir utilizar, melhor será o software de personalização.

Por fim, verifique se a ferramenta oferece uma análise precisa dos dados obtidos, para que você consiga avaliar se o conteúdo personalizado está trazendo resultados e, ainda, quais tipos de personalização são as mais eficazes.

Por que isso é importante?

Agora que você já sabe mais sobre a personalização em tempo real e seus benefícios, entenda por que as ações em tempo real são importantes para um e-commerce, no nosso próximo post.

Ir para o próximo post

 

Quer saber mais sobre personalização em tempo real? Inscreva-se na nossa newsletter e fique de olho nos novos posts que vem por ai! E se você gostou das nossas dicas neste post, compartilhe com os seus amigos e ajude nosso blog a crescer (:

Web Personalization

Graduada em Engenharia Mecânica, se apaixonou por tecnologia e marketing à primeira vista. Como CMO, mostrou por A mais B o potencial da personalização e dos números aplicados ao marketing. Nos últimos anos, vêm se dedicando a novas tecnologias, programação e análise de dados voltado ao desenvolvimento da Croct.

Simple Share Buttons
Simple Share Buttons