Desperte urgência no seu cliente

Desperte urgência no seu cliente

Os consumidores são o foco da atenção de qualquer empresa: todos os esforços e trabalhos realizados sempre serão para que eles se transformem em clientes o mais rápido possível.

O grande desafio é gerar leads qualificados (pessoas que realmente se interessam pelo produto e serviço e têm intenção de comprar) a partir de usuários desconhecidos que navegam na internet.

Existem diversas maneiras de encontrar essas pessoas e são muitos os recursos de marketing digital que podem ajudar a localizá-los, mas o processo de tomada de decisão pode ser longo e demorado.

É claro que toda a equipe de marketing e vendas sonha com clientes que veem o produto, sabem exatamente o que querem e logo efetivam a compra, sem pensar. Mas esses clientes são exceções. A maioria exige empenho e esforço, através da construção de um relacionamento sólido e de demonstrações dos produtos.

Mas existe uma estratégia que ajuda a acelerar um pouco esse processo. O segredo é criar a sensação de urgência, que incentivará o cliente a seguir na jornada de compra sem despender tanto tempo no processo de decisão.

Aceleração do consumo

Hoje em dia tudo está mais acelerado, até mesmo o tempo que os consumidores consideram razoável para que uma empresa ganhe a sua atenção. Uma pesquisa recente realizada pela Microsoft mostrou que esse tempo hoje é de oito segundos, ou seja, uma empresa tem até oito segundos para chamar a atenção do usuário e fazer com que ele se interesse por algum produto ou serviço ao ponto de querer permanecer na página e pesquisar mais a respeito. É bem pouco tempo.

Quando isso acontece, a empresa precisa usar todos os recursos disponíveis para prender esse cliente e conduzi-lo pelo processo de compra para que ele efetive a aquisição do produto de seu interesse. Se ele for embora, pode ser que ele não retorne.

As personalizações em tempo real são excepcionalmente indicadas para isso. É preciso aproveitar os dados já adquiridos sobre o cliente durante a visita para identificar o interesse e transmitir a sensação de tempo limitado ou escassez do produto, para que ele tome a decisão de compra imediata.

Por que a urgência?

A sensação de urgência faz as pessoas pensarem de maneira diferente sobre as ações. Existem pesquisas que mostram que situações de urgência nos levam a suspender o pensamento deliberado e agir rapidamente.

Quando você cria essa sensação de urgência no usuário do seu site, você o incentiva a agir dessa forma. Essa estratégia pode ser aplicada não só para efetivar uma venda direta, mas também para adquirir cadastros de e-mails, matrículas para um curso, entre outros tipos de conversões.

O objetivo principal é interromper o raciocínio que faz os clientes demorarem a realizar uma determinada ação. A urgência criada é uma forma de persuasão. Para convencer um consumidor a comprar rapidamente é preciso que ele tenha o sentimento de desejo e também um “empurrão” para a ação imediata.

Estudos indicam que quanto maior for o tempo que seu cliente em potencial demorar para fechar a compra, menor é a chance de isso realmente acontecer.

1. Tempo limitado

Os relógios e as contagens regressivas são estratégias excelentes para gerar uma leve pressão e criar a sensação de urgência. É uma forma de lembrar o comprador de que o produto não ficará disponível por muito tempo ou mesmo que a oferta pode ser alterada.

Se você realmente tem um tempo determinado para a disponibilidade da oferta, use isso. Também pode usar para um aumento de preço ou final de promoção.

Veja algumas ideias de personalização em tempo real para gerar urgência:

  • Mudanças de preço: “Essa promoção acaba em 6 horas, garanta o seu!”
  • Frete grátis: “Frete grátis disponível até a meia noite de hoje!”
  • Envio no mesmo dia: “Envio imediato para compras realizadas nas próximas 4 horas!”
  • Específica: “Compre até o dia X e garantimos entrega antes do Natal!”
  • Presentes gratuitos: “Compre hoje mesmo e receba um presente especial”

Essas contagens regressivas podem ser variadas e inseridas em pop-ups, barras laterais, ou qualquer outra forma que chame a atenção do consumidor. Faça testes e identifique qual é a melhor forma para o seu site.

2. Escassez

A escassez de um produto também gera a sensação de urgência nas pessoas que estão interessadas nele, fazendo com que o consumidor pense que o produto pode não estar mais disponível quando ele retornar ao site.

Você pode usar esse recurso indicando quantidades limitadas disponíveis ou mesmo permitindo que os clientes saibam que a procura por aquele produto é grande. O uso de badging também é interessante, já que com ele o vendedor exibe o número de visualizações daquele determinado produto. É uma forma de fornecer prova social e também gerar o senso de urgência.

3. Incentivos

Os incentivos são a maneira antiga de convencer um comprador a efetivar a compra. Descontos nos produtos, frete grátis ou algum presente podem ser o empurrão final que a pessoa precisa para tomar sua decisão.

O que não fazer:

  • Não insista na venda apenas pela venda;
  • Não abuse oferecendo “ofertas incríveis” todos os dias;
  • Não minta para o cliente;
  • Não pressione quando o produto ou serviço não atender as necessidades do cliente;
  • Não iluda o cliente para cobrar mais depois.

A combinação de todos esses recursos de personalização pode ajudar sua empresa a direcionar os compradores para o final da jornada de compra, ao invés de esperar até a próxima oportunidade.

Não esqueça de que outros tipos de personalização no site ajudam os usuários a encontrar os produtos que os interessem e assim, facilitar o processo de compra. Crie experiências individualizadas para aumentar a fidelidade do cliente e mantê-los retornando para novas compras.

Quer saber mais sobre como despertar o senso de urgência no seu usuário? Inscreva-se na nossa newsletter e fique de olho nos novos posts que vem por ai! E se você gostou das nossas dicas neste post, compartilhe com os seus amigos e ajude nosso blog a crescer (:

Experiência do Usuário

Graduado em Ciência da Computação, começou a atuar na área de marketing e tecnologia aos 13 anos, quando criou seu primeiro site que, meses depois, bateu a marca dos 50 mais visitados do Brasil. Aos 17, fundou sua primeira empresa, a Bookess, considerada meses depois umas das 10 melhores editoras virtuais do mundo. Na Rocket Internet, trabalhou na expansão de iniciativas tupiniquins e gringas. Hoje, com mais de 10 anos de experiência, já programa de olhos fechados, fala como um publicitário e é apaixonado por empreendedorismo.

Simple Share Buttons
Simple Share Buttons