Dados para personalização: 4 áreas para você focar

Dados para personalização: 4 áreas para você focar

Com a recente regulamentação do GDPR, a personalização é mais importante do que nunca. De acordo com um artigo do RetailTouch Points, 87% dos usuários estão dispostos a compartilhar detalhes de navegação e consentir com o acompanhamento ou monitoramento do comportamento em troca de compromissos ou recompensas personalizadas.

O ponto crucial para a troca de dados é que tem que valer a pena. Como, portanto, as organizações podem garantir que estão entregando experiências valiosas que deixam os compradores satisfeitos e tranquilos em compartilhar seus dados? Para muitos sites, existem muitas áreas diferentes que podem ser personalizadas de modo individual. Não é tão difícil quanto parece, e poucos profissionais de marketing aproveitam as oportunidades disponíveis.

De acordo com um estudo realizado pela Accenture, apenas 25% dos profissionais de marketing estão usando uma técnica eficaz de segmentação do tráfego para entregar mensagens personalizadas. Cerca de 48% dos compradores relatam ter saído de um site após uma experiência mal estruturada e 91% dos consumidores são mais propensos a comprar se as marcas os reconhecerem e oferecer ofertas e recomendações relevantes.

Por isso, vamos falar brevemente de 4 segmentações para você começar a pensar em personalizar hoje mesmo.

Comportamental

Esse tipo de segmentação apresenta mensagens e ofertas com base em uma ampla variedade de atividades passadas e atuais do usuário em um site. Pense no que seus compradores estão informando sobre compras, gostos ou compartilhamentos anteriores e use isso para criar uma experiência mais natural e fluída.

A segmentação comportamental é uma das primeiras áreas a se concentrar quando você está personalizando, já que os profissionais de marketing geralmente já têm os dados e podem começar a segmentar facilmente com conteúdo relevante, além de oferecer ofertas para melhorar a experiência do cliente.

Geolocalização

A segmentação de conteúdo e ofertas para usuários com base em sua localização é chamada de segmentação geográfica. O local provê informações e contexto valiosos, que permitem que os profissionais de marketing ofereçam uma experiência aprimorada.

Pense em viajantes de diferentes partes do mundo ou regiões do país e como a segmentação geográfica pode ajudar a personalizar sua experiência. Um varejista poderia oferecer protetor solar ou suprimentos de praia se um cliente de São Paulo estivesse no Rio de Janeiro em dezembro. A segmentação geográfica oferece uma oportunidade para demonstrar insights, um compromisso com a satisfação do cliente e uma chance de demonstrar senso de humor ou cultura da empresa.

Tecnologia

Essa segmentação específica é baseada nas informações sobre os dispositivos utilizados pelo usuário. Mostre ofertas diferentes para os usuários do site com base em seu hardware, software, dispositivo ou outras configurações. Wearables e ativação por voz também são uma parte importante da personalização tecnológica, que pode ser aproveitada para melhorar a experiência do cliente e aumentar as taxas de conversão.

Clima

Ofereça promoções e mensagens baseadas na previsão do tempo com base nas condições meteorológicas atuais ou esperadas. Pense em refinar a segmentação para incluir temperaturas locais, índice de calor, chuva e vento. Compradores em trânsito ou em viagem podem realmente apreciar esses dados.

Web Personalization

Graduado em Ciência da Computação, começou na área de tecnologia aos 13 anos ao criar seu primeiro site, que bateu a marca dos 50 mais visitados do Brasil. Aos 17, fundou sua primeira empresa, a Bookess, considerada depois umas das 10 melhores editoras virtuais do mundo. Hoje, com mais de 15 anos de experiência, já programa de olhos fechados, fala como um marqueteiro e é apaixonado por empreendedorismo.