Como será a experiência do usuário?

Como será a experiência do usuário?

A busca por melhorias na conectividade tem quebrado paradigmas na educação e no entretenimento, transformado a maneira que o governo se conecta aos seus contribuintes, mudado o comportamento de compra, estabelecido novos modelos de negócio e desenvolvido a indústria da saúde no novo século.

Os dados surgiram dos bastidores para desempenhar a função de melhores amigos dos profissionais de marketing. Eles penetram as interações dos clientes e as organizações ganham confiança e credibilidade de acordo com a capacidade de transformar as informações de seus clientes em insights relevantes para otimizar a experiência do consumidor.

Entretanto, os avanços criados pelo marketing de dados também trazem novos desafios: as marcas precisam agora suportar um número infinito de pontos de contatos para criar a experiência de compra ideal para o consumidor, além de se manterem atualizadas sobre as preferências digitais de cada um deles.

Podemos destacar alguns desafios mais importantes nessa evolução:

Inovar (e continuar inovando)

As marcas guiadas por dados são desafiadas por novos modelos de negócio, novas maneiras de engajamento e demandas crescentes por tempo e eficiência de custo. A inovação é a única maneira de sucesso nesse cenário hiper-competitivo e os profissionais de marketing têm a difícil tarefa de escolher qual plataforma é mais compatível com os planos de crescimento da empresa — e não só com a situação atual de mercado.

Pense em que sua empresa e seus clientes podem precisar em 5, 10, 15 anos. Sua plataforma suportará alguma mudança? Se planejar para o futuro significa evitar contratempos se você precisar de mais flexibilidade do que sua tecnologia é capaz de fornecer.

Priorize processo e eficiência

Forrester Research chama isso de “A era do consumidor”. Se os processos internos não são simplificados, isso ficará muito evidente na experiência do usuário final. Preste atenção na habilidade da plataforma de unificar pessoas, fluxos, estratégias e tecnologia a três objetivos principais: conquistar, servir e reter clientes.

Seguem abaixo quatro perguntas a serem feitas quando você for decidir como a experiência do cliente deve ser:

  1. Qual será a dificuldade para integrar as ferramentas de marketing e vendas para aumentar o aprendizado sobre seus clientes e prestar um melhor serviço?
  2. Do que sua empresa precisará à medida que o número de transações e interações online aumentarem?
  3. Qual abordagem o ajudará a não se prender ou se prejudicar por segmentações interdepartamentais?
  4. Quais as principais causas do atraso no lançamento de novas campanhas ou produtos?

Atenda os clientes nos momentos de necessidade

Uma pesquisa da comScore revelou que a quantidade de usuários exclusivos em mobile já ultrapassou a quantidade de usuários exclusivos em desktop nos Estados Unidos. A abordagem por múltiplos canais está se tornando essencial para os negócios digitais. Flexibilidade e conectividade são as chaves para construir experiências que cativem o cliente na hora certa, no momento certo e da maneira certa.

O maior desafio está em manter a consistência de um dispositivo para o outro, além da necessidade de oferecer uma jornada completamente personalizada. Hoje já não é mais suficiente apenas publicar conteúdos que façam o cliente comprar um produto. A experiência do cliente não termina no fechamento do pedido.

Faça de cada venda uma oportunidade para obter insights que revelem o comportamento e as tendências de compra do consumidor, eles podem ser grandes aliados no suporte ao cliente mesmo muito depois da compra.

Utilize a experiência do usuário para se conectar

As decisões dos profissionais de marketing têm impacto profundo na experiência do usuário. Mesmo com tantos desafios, criar uma presença forte e conectada e criar conexões verdadeiras com os clientes estará ao alcance das suas mãos.

Quer saber mais sobre experiência do usuário? Inscreva-se na nossa newsletter e fique de olho nos novos posts que vem por ai! E se você gostou das nossas dicas neste post, compartilhe com os seus amigos e ajude nosso blog a crescer (:

Experiência do Usuário

Graduado em Ciência da Computação, começou na área de tecnologia aos 13 anos ao criar seu primeiro site, que bateu a marca dos 50 mais visitados do Brasil. Aos 17, fundou sua primeira empresa, a Bookess, considerada depois umas das 10 melhores editoras virtuais do mundo. Hoje, com mais de 15 anos de experiência, já programa de olhos fechados, fala como um marqueteiro e é apaixonado por empreendedorismo.