Como os dados de mídias sociais podem ajudar na criação de campanhas

Como os dados de mídias sociais podem ajudar na criação de campanhas

Os profissionais de marketing e publicidade aprendem que apesar de o trabalho das agências serem um pouco baseado em instinto, as pesquisas também têm sua importância. Estejam elas construindo pitches, fazendo planejamento de mídia ou provando retorno sobre o investimento (ROI), as equipes de agências precisam entender por onde começar e como proceder.

Pesquisas consomem tempo e forçam as agências a gastar horas intermináveis tentando colher dados e insights necessários para provar suas teorias. Essa é uma parte essencial do trabalho e é impossível avançar sem investir um pouco de tempo para entender a audiência, as mídias e os objetivos de um cliente.

Encontrar todas essas informações determinará a direção e o eventual sucesso da campanha de marketing.

Hoje, ao invés de gastar horas, dias, semanas com pesquisas de mercado sem fim, os profissionais de marketing podem extrair as informações necessárias a partir da resposta dos consumidores, com os dados de mídias sociais. O Facebook, o Twitter, o Linkedin e muitas outras redes já se tornaram os megafones dos consumidores.

Os usuários compartilham tudo sobre produtos e serviços, respondem a estimulos originados nas campanhas de marketing e se solidarizam com as marcas que mais os satisfazem. Cada um desses dados são relevantes para as agências e seus clientes, pois auxiliam na construção da estratégia de publicidade.

Por onde começar?

A batalha feroz entre os e-commerces faz com que as marcas tenham que lutar um pouco mais para atrair a atenção de seu público-alvo. Os consumidores têm acesso a mais produtos do que antes, logo é preciso identificar novas formas de se diferenciar de forma eficaz.

Os dados de mídias sociais são o primeiro canal direto que fornece tanto informações demográficas quanto informações sobre o comportamento dos clientes, juntamente com as preferências por diferentes produtos e serviços.

Para criar uma campanha, as agências precisam levantar os dados de mídias sociais e discutir com seus clientes para entender seus objetivos. As atividades sociais de uma determinada audiência releva interesses e outras características que podem se mostrar relevantes para guiar a direção de uma campanha.

Fazendo um paralelo, isso é o mesmo que encarar os usuários mais do que simples consumidores: eles são pessoas reais, de carne e osso, com interesses, desafios e objetivos. Os dados de mídias sociais podem revelar elementos e ajudar no desenvolvimento de contextos mais complexos e similares à vida dos clientes, ajudando a marca a aumentar a relevância das campanhas.

Mudanças de percurso

À medida que as campanhas evoluem, os dados de mídias sociais em determinadas audiências mostram como os consumidores estão reagindo, em tempo real. Eles não costumam ser tímidos para compartilhar suas percepções nas redes sociais, especialmente se isso está associado a marcas.

Tanto o sentimento positivo quanto o negativo estarão presentes, claro, mas a chave é entender quem está falando sobre a marca. Identificar as audiências que compartilham esses sentimentos ajudam as agências a segmentar o mercado e identificar o tipo de pessoa que está mais propenso a se tornar cliente, assim como aqueles que não gostam do produto ou da campanha. Outra oportunidade importante é reconhecer outras audiêcias para criar novos segmentos.

As mídias sociais, mais que tudo, são sobre os dados disponíveis para as marcas e o que elas querem fazer com eles. A última década foi definida pelos dados e pelas maneiras que as marcas os utilizam para montar análises, descobrir insights e realizar otimizações.

Veja o que funciona e entenda o motivo

Com o passar o tempo, toda agência terá que prover dados para provar que a estratégia está resultando no efeito desejado. As marcas querem saber se seu investimento está provendo valor. Não importa qual é a estratégia, os times de marketing devem ser capazes de mostrar métricas reais para evidenciar o seu sucesso.

Entrevistar cada cliente e entender exatamente o que o motivou a comprar é algo totalmente inviável. Entretanto, os dados de mídias sociais podem prover insights diretos sobre as intenções de compra e as correlacionar com as atividades da campanha.

À medida que os clientes compartilham e curtem o conteúdo das campanhas, eles expressam intenções de compra. Aprofundando as análises que ligam o conteúdo ao objetivo final das marcas, toda e qualquer discussão de marketing deve ser direcionada por resultados que mostrem o aumento das vendas e do ROI.
A competição entre as marcas está cada vez maior, e o trabalho das agências devem usar todos os recursos disponíveis para desenvolver campanhas que se destaquem e entender melhor as necessidades do público alvo. Colocar o produto do cliente na frente dos consumidores certos deve ser o maior objetivo de uma agência de marketing.

Quer saber mais sobre os dados de mídias sociais? Inscreva-se na nossa newsletter e fique de olho nos novos posts que vem por ai! E se você gostou das nossas dicas neste post, compartilhe com os seus amigos e ajude nosso blog a crescer (:

Mídias Sociais

Graduada em Engenharia Mecânica, encantou-se por tecnologia e a aplicação da matemática voltada para o marketing à primeira vista. Na Rocket Internet, onde atuou como CMO, mostrou por A mais B o potencial dos números aplicado ao marketing, tornando-se rapidamente uma das profissionais mais cotadas no grupo, onde com frequência colocava marmanjos para chorar utilizando apenas uma planilha de Excel. Nas horas vagas, Juliana dedica seu tempo ao empreendedorismo, fotografia e viagens.

Simple Share Buttons
Simple Share Buttons