Como maximizar as vendas de final de ano para superar a crise

Como maximizar as vendas de final de ano para superar a crise

O final do ano é um ótimo momento para você fazer uma pausa, sair um pouco da rotina, descansar a cabeça e se preparar para começar um novo negócio em janeiro. Para os que já estão no mercado, entretanto, as vendas de final de ano podem ser também muito estressantes.

Como se a pressão para conquistar o público alvo e convertê-los em clientes já não fosse enorme, a necessidade de maximizar a receita para aliviar os efeitos da crise e fechar o ano sem ficar no vermelho é capaz de deixar qualquer empreendedor maluco.

De acordo com uma pesquisa da PriceWaterhouseCoopers (PwC), aproximadamente 1/3 do lucro das empresas é gerado nessa época do ano, então se você precisa de um pouco de fôlego, essa é a hora!

As promoções de Natal e Black Friday são capazes de dar uma boa chacoalhada no mercado, podendo até mudar o cenário financeiro dos negócios a ponto de salvá-los nos últimos minutos do segundo tempo.

Um recente estudo das empresas Retail Touchpoints e Magnetic revelou que os consumidores, em geral, consideram as ofertas e liquidações muito úteis no processo de decisão de compra. Além disso, 85% dos entrevistados disseram que um e-mail com um cupom de desconto sempre os fazem retornar ao site para finalizar uma compra abandonada.

Os consumidores não só querem saber de ofertas e promoções, como estão sempre procurando por elas ativamente na internet.

Utilize dados para planejar suas vendas de final de ano

Disparar ofertas aleatoriamente para toda a sua base, entretanto, não é suficiente. Elas devem seguir uma estratégia de segmentação e devem ser relevantes para as pessoas que a recebem. Se você não tem filhos e mora em um lugar onde faz muito calor, seu interesse em roupas de inverno para crianças com certeza é zero.

Todos nós sabemos que informações como histórico de compra, dados comportamentais e origem de tráfego estão sempre disponíveis para quem opera um e-commerce. A maneira como os empreendedores utilizam essas informações para segmentar ofertas e entregar conteúdo personalizado é o que vai determinar o sucesso de uma campanha de marketing.

De acordo com o estudo da Magnetic, 78% das pessoas esperam receber e-mails com ofertas e recomendações personalizadas. Além disso, metade deles dizem ficar frustrados quando os anúncios online são irrelevantes e não se relacionam com seus interesses. Quanto às recomendações, 50% revelou ter interesse em receber opiniões de outros clientes antes de fazer uma compra.

Os consumidores mais experientes sabem como se preparar para as compras de final de ano, e eles querem receber informações que os ajudem a tomar decisões durante o processo de compra. Se você já está enviando e-mails e fornecendo recomendações dentro do seu próprio site, não há motivos para você não personalizar cada e-mail e mensagem onsite utilizando os dados comportamentais disponíveis na sua base de dados.

Divulgue a oferta certa para cada cliente

Na mesma linha de raciocínio, se você já está trabalhando com anúncios pagos, não há motivo para você não mostrar ofertas específicas relacionadas com o que os clientes estão procurando. Não só em busca como também em retargeting e mídias sociais.

Vamos supor que eu queira comprar uma jóia para presentear minha mãe no Natal e que, no passado, eu já tenha comprado um par de brincos em um site de jóias, mas não voltei a visitá-los nos últimos 90 dias. Entretanto, nas últimas semanas eu busquei por brincos de diamante e visitei vários sites a procura da melhor oferta.

Ao ignorar meu recente comportamento de busca, o site em que eu já fiz uma compra pode nem sequer saber o que eu estou procurando naquele momento. Ou pior, eu posso nem chegar a saber de uma promoção ou campanha que esteja ligada, o que sem dúvida me atrairia para uma segunda compra.

Não podemos subestimar o poder dos dados históricos e comportamentais de um cliente ao planejar a estratégia das vendas de final de ano muito menos o potencial que isso tem para construir relações mais duradouras entre as marcas e clientes. Os meses que sucedem as promoções são ainda carregados de oportunidades de venda se dados capturados durante o período anterior forem bem trabalhados e aproveitados.

Quando o assunto é atingir a meta e fechar o ano fugindo ao máximo dos efeitos da crise, todas as oportunidades devem ser aproveitadas. Entender as necessidades do cliente e superar suas expectativas, entregando o que ele quer no momento que ele espera, pode ser a chave para o sucesso do seu negócio, principalmente em uma época em que a competição fica ainda mais acirrada.

Quer saber mais sobre como melhorar suas vendas de final de ano? Inscreva-se na nossa newsletter e fique de olho nos novos posts que vem por ai! E se você gostou das nossas dicas neste post, compartilhe com os seus amigos e ajude nosso blog a crescer (:

E-commerce & Varejo

Graduado em Ciência da Computação, começou na área de tecnologia aos 13 anos ao criar seu primeiro site, que bateu a marca dos 50 mais visitados do Brasil. Aos 17, fundou sua primeira empresa, a Bookess, considerada depois umas das 10 melhores editoras virtuais do mundo. Hoje, com mais de 15 anos de experiência, já programa de olhos fechados, fala como um marqueteiro e é apaixonado por empreendedorismo.