Como clientes novos e existentes interagem com seus anúncios

Como clientes novos e existentes interagem com seus anúncios

Analisar se compras realizadas através de campanhas de busca paga foram realizadas por novos usuários, ou por clientes já existentes na sua base de dados, pode ser um exercício importante para determinar como diferentes canais ajudam a adquirir novos clientes ou a reter os existentes. E mais, também pode te dar insights de como os usuários de busca se comportam quando clicam em anúncios e como a reputação da marca influencia no processo de decisão de compra.

O óbvio: diferenças entre campanhas branded e non-branded

Vamos começar segmentando as palavras-chave da maneira mais comum, que nos mostra diferentes comportamentos de maneira muito clara: palavras-chave que incluem o nome da marca (branded) e que não incluem o nome da marca (non-branded).

Normalmente o volume de transações no grupo non-branded é mais que 3x maior que o grupo branded, o que faz bastante sentido. Em geral, a chance de uma pessoa que procura por algo associado à marca já ter alguma experiência passada é muito maior do que aqueles que procuram por palavras-chave non-branded.

O tipo de produto: compras de produtos de necessidade mais imediata é maior entre os novos usuários

Faz sentido também, né? Se você tem uma necessidade e já teve essa necessidade atendida anteriormente por alguma marca, você muito provavelmente entrará direto no site ou fará uma busca direcionada para encontrar seu produto/serviço.

Isso não pode ser aplicado a todas as empresas, uma vez que nem todas elas atendem necessidades imediatas, mas é um dado importante, de qualquer maneira.

Evidências sugerem que os clientes existentes são mais propensos a encontrar anúncios em posições mais baixas

Como falamos anteriormente, segmentar as compras em clientes novos e existentes pode também ajudar a entender como os usuários tomam suas decisões de compra. Um bom exemplo disso pode ser notado quando se analisa a distribuição de compras de usuários existentes nas diversas posições de anúncio: em geral, elas são maiores para posições mais baixas.

Isso indica que os clientes estão mais propensos a encontrar seu anúncio e converter se eles já tiverem alguma experiência prévia com a sua marca. Por outro lado, anúncios com posições mais elevadas podem ajudar na aquisição de cliente, por estar em uma posição de destaque.

Conclusão

Todo profissional de marketing deve procurar analisar suas vendas de acordo com perfis de consumidor da melhor maneira possível, seja ela a segmentação de clientes novos/existentes ou outra que faça sentido para o seu negócio. Assim, será possível otimizar cada detalhe de sua conta de modo a garantir os melhores resultados, independentemente do tipo de cliente.

SEM

Graduado em Ciência da Computação, começou a atuar na área de marketing e tecnologia aos 13 anos, quando criou seu primeiro site que, meses depois, bateu a marca dos 50 mais visitados do Brasil. Aos 17, fundou sua primeira empresa, a Bookess, considerada meses depois umas das 10 melhores editoras virtuais do mundo. Na Rocket Internet, trabalhou na expansão de iniciativas tupiniquins e gringas. Hoje, com mais de 10 anos de experiência, já programa de olhos fechados, fala como um publicitário e é apaixonado por empreendedorismo.

Simple Share Buttons
Simple Share Buttons