eBook: Como Contratar Profissionais de Marketing Digital

As principais funções de um profissional de marketing

Se você chegou até aqui, você provavelmente quer ser um profissional de marketing digital ou quer contratar um. Independentemente de qual dois dois é o seu objetivo, você precisa saber o que faz um profissional de marketing e quais são as qualidades deste profissional.

Se o que você procura é, na verdade, quanto ganha um profissional de marketing digital, recomendo este post aqui.

A primeira pergunta que você tem que se fazer é: o seu negócio ou a empresa em que você trabalha já tem uma estratégia de marketing digital definida?

Se a resposta para essa pergunta é não, antes de começar a pensar em contratação você deve preparar um plano bem estruturado, com objetivos e métricas claras para que o profissional (ou a equipe) de marketing possa ter uma base mínima para o desenvolvimento da parte operacional. Com um plano em mãos, você poderá não só adequar as expectativas do novo funcionário à sua realidade como também acompanhar seu trabalho e avaliar os resultados da contratação.

A seguir resumimos algumas definições de responsabilidades de um bom profissional, de acordo com as áreas de atuação do marketing digital.

Conteúdo

Produzir conteúdo relevante para o seu usuário é o primeiro passo para conquistar o seu cliente. Saber utilizar as palavras-chave mais estratégicas para o seu negócio é tão importante quanto conhecer as técnicas de SEO e entender como elas devem ser implementadas no seu site para garantir um melhor posicionamento nos mecanismos de busca.

Seu conteúdo será a base para toda a estratégia de marketing. Você provavelmente precisará de um blog, imagens, infográficos, eBooks, podcasts e/ou outros atrativos se quiser se destacar nos resultados de pesquisa e engajar os usuários.

Mobile

A reviravolta do mobile e a explosão dos smartphones pegou muitos profissionais de marketing despreparados: muitas marcas ainda tem sites que não se adaptam bem à pequenas telas e nem sempre este problema é analisado com o devido cuidado pelas equipes de marketing. Você provavelmente já deve ter se deparado com uma página toda desconfigurada após clicar em um anúncio no celular.

A revolução desses dispositivos está mudando muita coisa na internet, não só em termos de SEO como também na maneira que o usuário interage com as marcas. Por isso, esse canal de comunicação deve ser analisado com todo o cuidado que o site desktop, se não mais!

SEO (Busca Orgânica)

Além do conteúdo, outra importante ferramenta de SEO (search engine optimization) é o link building: além de assegurar tráfego a longo prazo, ele funciona como um tipo de recomendação. Quanto mais recomendações você tem de sites diferentes, confiáveis e de alto tráfego, mais relevância você terá nas pesquisas.

A remoção de conteúdo duplicado, a otimização no tempo de carregamento da página e um HTML correto e limpo também influenciam no seu posicionamento, mas talvez hoje esses fatores tenham menos força que o volume de tráfego, o link building e o conteúdo em si.

SEM (Busca Paga)

Mesmo que você, a princípio, não tenha orçamento previsto para o investimento em tráfego pago, é bem interessante que o profissional de marketing contratado tenha uma boa base sobre o funcionamento dos mecanismos de busca.

Os anúncios pagos são uma ótima maneira de ganhar visibilidade rapidamente, e o melhor canal para isso acaba sendo o Google. O Google Adwords funciona com lances (bid) e a relevância do seu conteúdo para a palavra-chave buscada é o fator mais importante na determinação do seu custo por click: quanto maior a relavância do seu link para a busca do usuário, maior será a sua taxa de click, maior o tempo que o usuário navegará no seu site e menor o custo da sua campanha.

Social Media

Uma boa estratégia digital leva em consideração os melhores canais para divulgar conteúdo e interagir com o público, gerando mais tráfego para o seu site e leads para o seu funil. Por isso, é preciso prestar atenção às postagens, às chamadas, à troca de mensagens (privadas e públicas) e qualquer outro ponto de contato com o cliente. O profissional de marketing deve estar sempre atentos a tudo o que está acontecendo em cada rede social, perfil ou página. Algumas perguntas importantes devem ser levantadas: em qual sua empresa deve focar? Onde estão concentrados seus clientes e possíveis leads?

Os objetivos das redes sociais podem se resumir a dois principais: primeiramente, aumentar a sua base de seguidores e, em seguida, fazê-los acessar seu site para que você possa convertê-los em clientes.

Mídias Pagas

As mídias pagas são uma boa maneira de promover conteúdo, aumentar a exposição da sua marca e gerar tráfego para o seu site. Hoje, as principais redes para esse tipo de comunicação são o Facebook, o Twitter e o LinkedIn.

Quando bem trabalhados, esses canais podem ser bem eficazes, mas há também um detalhe importante: pela efemeridade e pelo volume de usuários acessando as redes sociais diariamente, eles precisam de atenção constante, ou seu dinheiro pode ser gasto muito rápido sem que você veja retorno.

E-mail Marketing

Um dos principais canais de relacionamento com o cliente, o e-mail marketing é uma ferramenta estratégica de marketing digital. O profissional que trabalha com esse canal deve não só saber criar um e-mail marketing (essa parte costuma ser a mais fácil) como também usar as ferramentas de disparo de e-mail e aplicar as melhores práticas para capturar e converter leads.

As atividades, que antigamente envolviam apenas o disparo de campanhas, hoje contam com análises de segmentação, bounce, taxas de engajamento e conversão. Trata-se de uma poderosa ferramenta de vendas, normalmente subestimada.

Retargeting

Já percebeu que roupas, calçados e outros produtos que você viu nos websites ficam te seguindo depois de um tempo? Você foi pego pelo retargeting!

Hoje existem centenas de serviços que possibilitam que você anuncie em grandes redes de sites parceiros, de maneira que você possa rastrear o comportamento dos usuários e mostrar alertas dinâmicos baseados nas páginas que ele visitou em seu site.

Web Analytics

Como você já deve ter percebido, praticamente todas as áreas do marketing digital dependem de um profissional analítico no comando. Mas não se trata somente dos dados, e sim do que você faz com eles. É a partir daí que as análises realmente surgem.

O ideal é que todos os membros de uma equipe de marketing digital tenha esse perfil. Ter uma pessoa que centraliza as análises e o processamento de dados ajuda, mas se as pessoas que pilotam os canais não tiverem esse mesmo perfil as análises serão sub-utilizadas e o profissional de BI (business inteligence) trabalhará isoladamente.

Profissionais de Marketing

Graduada em Engenharia Mecânica, encantou-se por tecnologia e a aplicação da matemática voltada para o marketing à primeira vista. Na Rocket Internet, onde atuou como CMO, mostrou por A mais B o potencial dos números aplicado ao marketing, tornando-se rapidamente uma das profissionais mais cotadas no grupo, onde com frequência colocava marmanjos para chorar utilizando apenas uma planilha de Excel. Nas horas vagas, Juliana dedica seu tempo ao empreendedorismo, fotografia e viagens.

Simple Share Buttons
Simple Share Buttons