6 maneiras de melhorar o seu checkout no mobile

6 maneiras de melhorar o fluxo de checkout no mobile

Os varejistas perdem em torno de 18 bilhões de dólares por ano em carrinhos abandonados. Pesquisas mostram que 2 a cada 3 usuários adicionam itens ao carrinho e abandonam o site antes de finalizar uma compra. Os números são ainda piores em mobile, onde as taxas de conversão costumam ser 70% mais baixas que no desktop.

Por que os usuários abandonam o site nessa etapa do fluxo de compra e o que os e-commerces podem fazer para evitar que isso aconteça?

Até mesmo as gigantes multinacionais falham ao implementar algumas das principais boas práticas na página de checkout. Por isso reunimos aqui 6 das principais boas práticas que você pode utilizar em sua página de checkout mobile para aumentar a conversão em até 25%.

Mensagens

92% dos grandes e-commerces não têm uma comunicação clara e objetiva no checkout.

Utilize uma linguagem clara para ajudar os usuários a entender onde e por que eles devem fornecer informações. Otimize os formulários com pequenas descrições e exemplos e evite mensagens de erros genéricas como “Dado inválido”.  Explicar por que você precisa de um telefone (para problemas na entrega, por exemplo), pode ser muito importante para os clientes.

Contexto

Os usuários são constantemente interrompidos quando utilizam seus smartphones.

Se o objetivo é aumentar o volume de transações, as marcas devem prover experiências que se adaptam ao contexto dos usuários que utilizam smartphones, com telas pequenas, touchscreen, que satisfaçam as necessidades do momento.

Otimize o tempo do usuário com detecções automáticas como a bandeira do cartão, baseado no número do cartão de crédito, ou a cidade e estado baseado no CEP. Desabilite corretores automáticos para campos de Nome e disponibilize teclados numéricos para campos que exigem somente números.

Design e navegação

Quem compra em smartphone espera ter uma experiência amigável e adequada para esse dispositivo.

25% dos compradores abandonam o carrinho porque a navegação no site é muito complicada. Garanta que as fontes utilizadas são legíveis – nunca utilize menos de 11pt – e mantenha um espaçamento razoável entre os elementos clicáveis.

Ofereça a opção de checkout como visitante, aquele sem a necessidade de fazer um cadastro. 30% das pessoas desistem devido ao processo de cadastramento.

Evite dar muito destaque ao campo de cupom: muitos usuários são instigados a procurá-los na internet e se distraem com outros assuntos. Por último, mas não menos importante, faça com que o usuário em um smartphone se mantenha localizado no fluxo de compra através de labels (“Passo 1 de 3”, por exemplo).

Confiança/segurança

Criar um sentimento de confiança e segurança é essencial na etapa de checkout.

17% dos clientes abandonam seus carrinhos devido a preocupações com segurança no pagamento. Inclua logotipos de cartão de crédito e selos de softwares antivírus para tranquilizar o usuário. Considere encapsular alguns campos e adicione um ícone de cadeado reforçar a sensação de segurança.

Outra dica muito importante é adicionar um step de confirmação para que os clientes revisem todos os dados que eles preencheram para garantir que o pedido será feito corretamente. Apesar de ser mais um passo no funil de compra, isso normalmente passa mais confiança aos clientes e pode até melhorar a taxa de conversão.

Web analytics e insights

Saber onde e por que seus usuários estão abandonando o site é a chave para otimizar a experiência e reduzir as taxas de abandono.

Faça análises a nível de campos no formulário para entender em qual etapa do preenchimento (nome, endereço, telefone, etc) os clientes estão desistindo da compra.

Analise o comportamento de acordo com segmentos (canal, geolocalização, dispositivo, novos visitantes, etc) e personalize o checkout de acordo com as necessidades encontradas. Por exemplo, se eles chegaram ao site através de uma promoção, preencha o campo de cupom de desconto automaticamente.

Testes

Você não deve encerrar os testes enquanto não atingir um nível de confiança superior a 95%.

Faça testes para pelo menos um ou dois padrões de navegação. Determine amostras anteriormente e rode o experimento até que o volume da amostra seja atingido. Uma ferramenta útil para calcular tamanhos de amostra é a Test Significance.

Grande parte das pesquisas de dados comportamentais mostram que tanto grande como pequenas empresas estão falhando ao atender as demandas dos compradores online em mobile. Essas 6 dicas podem te ajudar a otimizar esse processo e aumentar consideravelmente os resultados das suas campanhas.

Quer saber mais sobre como otimizar o checkout do seu e-commerce? Inscreva-se na nossa newsletter e fique de olho nos novos posts que vem por ai! E se você gostou das nossas dicas neste post, compartilhe com os seus amigos e ajude nosso blog a crescer (:

Experiência do UsuárioMobile

Graduado em Ciência da Computação, começou a atuar na área de marketing e tecnologia aos 13 anos, quando criou seu primeiro site que, meses depois, bateu a marca dos 50 mais visitados do Brasil. Aos 17, fundou sua primeira empresa, a Bookess, considerada meses depois umas das 10 melhores editoras virtuais do mundo. Na Rocket Internet, trabalhou na expansão de iniciativas tupiniquins e gringas. Hoje, com mais de 10 anos de experiência, já programa de olhos fechados, fala como um publicitário e é apaixonado por empreendedorismo.

Simple Share Buttons
Simple Share Buttons