3 dicas para aprender de maneira eficiente

3 dicas para aprender de maneira eficiente

Podemos até nos formar na escola ou na faculdade, mas nunca paramos de aprender. Novos empregos, novas responsabilidades, novos relacionamentos…. Todos eles exigem alta dose de aprendizado. Parar de aprender significa parar de evoluir.

Mesmo sabendo o quão importante ele é, muitos de nós desenvolvemos maus hábitos que diminuem nossa capacidade e efetividade quando o assunto é aprender. Por isso listamos abaixo 3 princípios fundamentais para aprimorar esse processo.

Se acostume com o desconforto

Um dos erros mais comuns – e prejudiciais – que cometemos é igualar o desempenho ao quanto estamos aprendendo enquanto, na realidade, trata-se de duas coisas completamente diferentes.

Digamos que você está na academia, tentando malhar com pesos de 10 quilos. Algumas repetições são desgastantes, então eventualmente você os troca por pesos de 5 quilos. De repente, o treino fica mais fácil. Você pode fazer mais repetições. Você se sente instantaneamente mais forte. O problema, claro, é que por mais que os pesos mais leves façam você se sentir melhor sobre o seu desempenho, os mais pesados te levam a um melhor resultado.

O mesmo acontece no campo da aprendizagem: quando as coisas são fáceis, você sente que está aprendendo mais, porém você aprende mais quando está, na verdade, lutando para entender algo.

A habilidade de se colocar constantemente em uma situação de desconforto é o que realmente separa os talentos de todos as outras pessoas. Muitas pessoas se sentem confortáveis e menos propícias a continuar se desafiando uma vez que elas se sentem boas em alguma coisa – como por exemplo falar em público, escrever ou mexer no Excel.  Por estarem satisfeitas consigo mesmas, elas param de experimentar e praticar novas técnicas.

As pessoas que mais aprendem são aquelas que nunca estão satisfeitas com uma nota 8 – ou até um 9. São pessoas que não param até atingir o limite, o que envolve riscos, incertezas, repetições e, além de tudo, desconforto.

Esqueça a decoreba

Uma técnica de estudo muito popular entre os estudantes universitários em todo o mundo, memorizar o máximo de informações em um tempo condensado só é eficaz se você quer se lembrar de algo a muito curto prazo. No primeiro momento, você provavelmente lembrará de tudo o que você decorou, mas e se formos pensar nisso algumas semanas depois?

A melhor maneira de realmente aprender e reter o conhecimento a médio prazo é espaçar os momentos de estudo. Ironicamente, esquecer e reaprender múltiplas vezes em um curto espaço de tempo ajuda a fixar um conceito muito mais do que uma maratona única de estudo.

Faça conexões

Quanto mais, melhor. Se você quer relembrar uma informação de algum fragmento de texto que você leu, relacione-a ao contexto em que ela está inserida de todas as maneiras que puder. Pare frequentemente e pense como o que você está lendo se relaciona com o que você leu anteriormente. Mas não pare por aí. Se você realmente quer lembrar disso no futuro, faça conexões pessoais, seja relacionando o assunto a acontecimentos da sua própria vida, seja relacionando-o com amigos e familiares. Quanto mais conexões você fizer, mais fácil irá memorizar o que deseja.

Ok, parar a cada frase para contextualizar o assunto pode ser incrivelmente demorado e mentalmente desgastante. Mas isso nos faz voltar a uma das primeiras coisas que falamos aqui… aprender não é, nem deve ser, um processo fácil. Uma aprendizagem eficaz é sempre difícil, mas sempre funciona.

Quer saber mais sobre como aprender de maneira eficiente? Inscreva-se na nossa newsletter e fique de olho nos novos posts que vem por ai! E se você gostou das nossas dicas neste post, compartilhe com os seus amigos e ajude nosso blog a crescer (:

Profissionais de Marketing

Graduada em Engenharia Mecânica, encantou-se por tecnologia e a aplicação da matemática voltada para o marketing à primeira vista. Na Rocket Internet, onde atuou como CMO, mostrou por A mais B o potencial dos números aplicado ao marketing, tornando-se rapidamente uma das profissionais mais cotadas no grupo, onde com frequência colocava marmanjos para chorar utilizando apenas uma planilha de Excel. Nas horas vagas, Juliana dedica seu tempo ao empreendedorismo, fotografia e viagens.

Simple Share Buttons
Simple Share Buttons